Todo este crescimento não só mostrou o quão competitiva é a indústria da cana no Brasil, mas também serviu para mostrar para o país que este setor de nossa economia tem importantes novos desafios a vencer.
A produção nacional de cana-de-açúcar, que foi de 254,9 milhões de toneladas na safra 2000/2001, em apenas 10 anos decolou para 623,9 milhões de toneladas, num impressionante crescimento de 9,4% ao ano! Apenas entre 2005 e 2010, foram inauguradas 112 novas usinas canavieiras no país, quase 45% do que existia em 2005.
O Brasil passa por um momento bastante singular: ao mesmo tempo em que alcança o reconhecimento mundial da sustentabilidade de seu etanol produzido a partir da cana-de-açúcar e apresenta uma das mais limpas matrizes energéticas do mundo, o país vê sua demanda por etanol não conseguir ser atendida pelas usinas brasileiras.

Leia mais